sexta-feira, dezembro 21, 2007

Boas Festas


3 comentários:

Zé dos anzóis disse...

Tenho estado zangado consigo, por não me ter respondido, nem me desejar as melhoras dos meus galos. Mas deu-me pena de o ver aqui tão sozinho, resolvi dar uma palavrinha. Pensei: isto já não é como o ano passado, nos blogues, em que todos mandavam as Boas-Festas uns aos outros. O Sr. mandou-as, ninguém lhe respondeu. E vai daí, resolvi não só retribuir-lhas, como também desejá-las à sua família e toda a gente deste concelho.
Olhe, este ano não fiz presépio. Sabe porquê?: "a vaca tá louca, não se segura nas patas; os reis magos não podem vir porque os camelos tão no governo; o burro tá a treinar o Benfica; a Nossa Senhora e S. José foram meter os papéis para o rendimento mínimo; a ASAE fechou o estábulo por falta de condições; e o Tribunal de Menores ordenou a entrega do Menino Jesus ao pai biológico. E antes que me tirem as mensagens grátis, aproveito para desejar Feliz Natal e Bom Ano!"
(Como eu sou um homem muito honesto, tenho que confessar que isto não é da minha autoria. Foi uma mensagem que recebi de um amigo e a que achei muita graça. Penso que o Sr. não se importe que brinque aqui um bocadinho. É um homem tão sério, que até aborrece! Só sabe dar aulas, estudar e fazer política? Que chatice de vida!)

P.S. Não se incomode a responder, tá bem?

zé dos anzóis disse...

E olhe, fiz como o Sr.: como sou amigo da Natureza, e em vez de andar a dar cabo dela, tenho um pinheiro artificial, que fica de uns anos para os outros...

P.S. Insisto para que não se incomode a responder. E já me esquecia: a minha Inácia e a minha prima Joaquina recomendam-se.

ináiça das sêsmarias disse...

Ind'áqui tá sózinhe! è n'a sê cantes de Rêses. Más t'ava a dar volta a uns livres qu'erem da minh'avó, e achê uma modinha das antigas, que se mecêa n'a s'importa é prant'aqui. Pode na ser destes cantares d'agora, más é munto benita, e n'a tem erres, tá clare, perqu'é tirada do livre:

Quem quiser bailar a fofa
Quem quiser bailar a fofa,
Bailar a fofa,
Veja bem como é que a baila.
Que uma moça que eu conheço,
Que uma moça que eu conheço,
Ai que eu conheço,
Foi bailar caiu-lhe a saia.
Foi bailar caiu-lhe a saia.

N'a me diga que n'achou benite? Olhe c'a moda é même antiga, e é ouvi dezer que mecêa estuda coisas desses tempes!
Arrequemendações da que s'assina per

Ináiça (das Sêsmarias)