segunda-feira, outubro 23, 2006

Descubra as diferenças!





Exactamente um mês depois, aqui fica um desafio para os mais radicais: descobrir as diferenças de um mês de trabalho Polis. Multipliquem-se estas diferenças por 14 (número aproximado de meses que restam ao novo prazo Polis) e teremos o resultado final! Nada animador!...

10 comentários:

Anónimo disse...

Se pudéssemos fotografar os dossiers e montes de papéis que, lamentávelmente, levam meses e até anos, em cima ou nas gavetas das mesmas secretárias, das mesmas pessoas, constataríamos que a inércia e a ineficácia não são atributos só do senhor POLIS.
A realidade é a que temos.Merecíamos mais e melhor.
Haja paciência, Saibamos esperar que o tempo talvez nos traga melhores dias.
Triste cidade de Silves! Como estás infeliz e maltratada!
E não existe punição para os que te maltratam?
Deus é grande.

manuel castelo ramos disse...

Paciência, saber esperar, ter fé em Deus...não me parece que seja assim que silves, ou mesmo Portugal, poderão mudar. Com todo o respeito...

A.F. disse...

Com todo o respeito, eu quiz dizer que, se Deus é Grande acabará, certamente, por castigar quem cometeu tantas maldades.
A.F.

a.f. disse...

Mas..... temos que dar uma ajudinha.
A.F.

anónimo esforçado disse...

Deus é grande e Alá também!
E, com a ajuda dos dois deuses e mais umas ajudinhas, talvez se consiga, realmente,fazer alguma coisa por Silves e castigar quem cometeu tantas maldades: desde os homens sem pronúncia do norte, aos que simulam pronúncia alentejana, às mulheres sem pronúncia do sul e aos anónimos forçados... que, bem vistas as coisas, até não são assim tantos, no universo deste País!

engenheiro disse...

Não há problema....quando o relógio chegar à data marcada damos-lhe mais 2 anos......

Adriano Costa disse...

Estás a ser mauzinho, pá!
Olha que há duas tábuas que já não estão no mesmo sítio, aqui no canto inferior direito.

Anónimo disse...

então e o verdinho do campo, mais logo estão la umas arvores de grande porte sem serem plantadas.
E a natureza ser mais rapida que a humanidade

Anónimo disse...

Adriano Costa, não terão sido usadas como "tábuas de salvação"? Ora espreite melhor com a sua máquina...

manuel castelo ramos disse...

Perderam todos o concurso!
É verdade que as tábuas não estão no mesmo lugar; também é verdade que a erva cresceu bastante, mas mais evidente ainda, espanta-me como é que ninguém reparou no desgaste que entretanto sofreram os pneus e os amortecedores do carro que todos os dias ali tem que chegar!
Como diria o Pessa: e esta, hein?!