quarta-feira, junho 14, 2006

Não são só os incêndios que destroem a Natureza



Sob este título, recebi de um munícipe o texto (e algumas fotos, das quais apresento duas) que a seguir transcrevo e que resolvi divulgar, não só por entender que são pertinentes as preocupações que este levanta, mas também porque em outra ocasião escrevi sobre esta inadmissível situação ambiental. Uma situação ainda mais intolerável, um verdadeiro problema de saúde pública, por ser vizinha a um bairro, cinco escolas (primária, secundária, pré-primária, Eb23, IEFProfissional), um supermercado e um pavilhão de exposições!, - espaços que todos os dias abençoa com os seus maus cheiros. Porém, a solução não está em jogar o lixo para debaixo do tapete (no caso, para dentro de um cano, e só porque agora ali se construiu um bloco de apartamentos), mas sim, e como refere este cidadão, a solução estará em recuperar ambientalmente a ribeira. Aqui fica:

Não compreendo por que motivo se está a proceder à cobertura da Ribeira que passa junto ao Bairro da Caixa d’Água e por trás da Escola Primária - Silves. Penso que se trata de um plano para melhorar esta zona da cidade mas, sinceramente, não me parece que a destruição da Ribeira seja a melhor solução. Por que não se pensar em recuperar a Ribeira? (E isto numa altura em que tanto se fala no desassoreamento e despoluição do Rio Arade).

Ao fazer-se a cobertura com betão está-se a enterrar uma série de vida animal (diversas espécies de aves vêm beber e alimentar-se na Ribeira – pardais, pintassilgos, toutinegras, melros e até uma galinha d’ água… - e todas as noites tem-se um fantástico e relaxante concerto de rãs); está-se a perder uma zona húmida onde poderiam ser plantadas árvores que nos dariam sombra e tornariam mais agradável viver nesta rua. Esta Ribeira ainda está cheia de vida!
Penso que se deve proteger a Ribeira pela cidade de Silves, pelo turismo e por todos os habitantes desta bonita cidade.
Note-se ainda que junto à ribeira existe uma árvore com uma “casa da árvore” onde diversas crianças costumam brincar e que também devia ser preservada – a árvore e a casa da árvore!!!

1 comentário:

Joaquim Santos disse...

E mais facil tapar do que preservar. Só espero que não tapem todas as desgraças, então tapavam a cidade toda.